Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 4 minutos.

A rede Instituto Mix de Profissões realizou uma ação comercial que envolveu todas as unidades franqueadas, a campanha durou aproximadamente três meses e tinha como meta eleger os melhores coaches de carreira da rede, por meio da “média de pagas” por orientadores no período estipulado.

A recompensa por tanto esforço: uma semana em Santa Catarina, visitando a sede da Universidade Corporativa Instituto Mix (UCIM) e a sede da franqueadora, e todas as belezas naturais que as cercam como trilhas em meio a natureza em um santuário ecológico em Nova Veneza-SC e visita ao complexo turístico e ecológico do Morro dos Conventos, em Araranguá-SC.



“Ao todo foram 19 participantes de várias regiões do país. Os que tivessem o maior número de pagas durante a competição teriam a oportunidade de vir para a UCIM. Não queríamos trazê-los para um treinamento, mas sim para descontrair e se apaixonar ainda mais pela rede IM, conhecendo de perto tudo o que nós produzimos em nosso dia a dia”, explica Arthur de Souza da Silva, assessor operacional do setor comercial da rede Instituto Mix de Profissões.

Ao todo participaram colaboradores e franqueados das unidades de São Mateus-SP, Diadema-SP, Uberlândia-MG, Dias D’Ávila-BA, Caxias do Sul-RS, Caxias-MA, São Borja-RS, Guarujá-SP, Salvador-BA, Camaquã-RS, São José dos Campos-SP, Guanhães-MG, Timon-MA, Biguaçu-SC, Araçatuba-SP, Porto Alegre-RS, Tatuapé-SP, Praia Grande-SP e Jaguariaíva-PR.

Vai muito além das vendas: somos coaches de carreira!”


Trabalhar no Instituto Mix de Profissões faz com que a profissão de vendedor tenha um novo significado, depois de passar por outras atividades, quem começa a trabalhar em uma unidade IM percebe que existe um ressignificado na atuação comercial. Muitos revelam o aspecto humano no trabalho com os alunos.

“Antes eu trabalhava no comércio e atuava na área de vendas. Quando cheguei no Instituto Mix na área comercial, percebi que não realizamos apenas vendas, mas de fato somos coaches de carreira, nós somos uma ponte entre o aluno e a conquista dos sonhos dele e isso pra mim é muito gratificante, poder fazer parte deste processo. Não é apenas uma abordagem, a gente se torna amigos dos alunos, a gente conhece os desejos pessoais dele quanto a carreira profissional”, destaca a coach de carreira de Biguaçu-SC, Brenda Kedezierski.

O sonho de se tornarem franqueados


Dentro da rede IM o colaborador tem infinitas possibilidades de atuação, com destaque para o rápido crescimento profissional em um curto período de tempo. Essa magia que encanta alunos também é transmitida para quem convive todos os dias com o ato de realizar sonhos e ver de perto os alunos trabalhando e empreendendo.



Quando perguntados sobre o futuro, ou como se enxergam na rede nos próximos anos, muitos revelam a vontade de se tornarem franqueados da rede. Para alguns dos participantes esta já é uma realidade!

“Transformar vidas é algo maravilhoso e nos motiva a continuar a fazer todos os dias o nosso trabalho com mais vontade e propósito. Trilhar um objetivo é muito gratificante. Eu inaugurei recentemente a unidade IM de Dia D’Ávila, na Bahia. Amo o que eu faço!”, enfatizou o franqueado Fabiano Fiuza de Castro.



Para outros, este ainda é um sonho a ser alcançado, como a jovem Mirela Meirelles que atualmente é coach de carreira na escola Instituto Mix de São Mateus-SP, mas pretende voltar para seu estado de origem, o Ceará, para abrir uma franquia própria.

“Sempre seguindo os meus três pilares: esforço, foco, segurança. Foi com isso em mente que eu consegui chegar onde eu cheguei. Não é fácil. Muita gente vai aparecer e falar: “para que você trabalha tanto?” O resultado é este que eu estou vivenciando. Estou aqui aproveitando os frutos do meu trabalho”, finaliza.

O contato com outros profissionais e o reforço da autoconfiança


Já ouviu falar da “síndrome do impostor”? A síndrome do impostor é caracterizada por pessoas que têm tendência à auto sabotagem, ou seja, o indivíduo constrói, dentro da cabeça dele, uma percepção de si mesmo de incompetência ou insuficiência. Mas por que estamos falando isso?

Muitos dos participantes, não só na realidade do IM, mas de muitas empresas, pensam que não são bons o suficiente e sempre falta algo no jeito com que trabalha. Nestes casos as pessoas acham que os problemas que existem são seus, e que não atingem outras pessoas. Porém, o contato com outros profissionais mostra aos coaches de carreira que muitas vezes nós somos nossos maiores sabotadores.

“Uma das maiores lições que levo deste encontro para a carreira profissional é que temos que acreditar mais em nós mesmos. A minha gerente olhou para mim e disse: “você é capaz, eu acredito em você!” E quando eu cheguei aqui eu vi muitos colegas com as mesmas dificuldades, as mesmas dúvidas, os mesmos problemas. E eu notei que aquele não era um problema apenas meu, afinal eu sou boa naquilo que eu faço, eu fiquei entre os 50 melhores de mil participantes ao total. Então este encontro serviu, também, para me abrir os olhos quanto a essa questão, da valorização, da autoconfiança”, ressalta a coach de carreira de Salvador, Cajazeiras, Daniela Costa dos Santos.  

Todos voltaram para casa com muitas recordações na bagagem, troca de informações e a certeza de que estão no caminho certo, que seu trabalho tem o propósito de transformar vidas por meio da educação!

O que achou do artigo?
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça mais sobre a nossa Política de privacidade e Política de cookies e entenda como o Instituto Mix de Profissões se preocupa com os seus dados.
ACEITAR